O Hospital da Senhora da Oliveira (HSOG), em Guimarães, recebe a primeira ação de formação dedicada exclusivamente à abordagem técnica das diversas dimensões que circundam o diagnóstico de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

A formação, resultante de uma primeira colaboração entre o HSOG e a APELA, terá lugar no auditório do mesmo Hospital, no próximo dia 16 de Novembro, entre as 8h30 e as 18h00. 

Concretizada ao abrigo do projeto 'Chegar a ELA', co-financiado pelo Programa Nacional de Financiamento a Projetos pelo INR I.P., em 2018, a ação pretende, por intermédio do contacto estabelecido com instituições localizadas fora dos grandes centros, promover a importância de uma resposta multidisciplinar a pessoas com ELA e construir uma rede de colaboração com profissionais de saúde e outros técnicos, que desenvolvam a sua função nessas instituições.

De acordo com as estatísticas mais recentes, há cerca de 800 portugueses diagnosticados com ELA, mas a APELA tem o registo de apenas 207. Importa, também por esta razão, garantir que os doentes que chegam até à APELA mas que, por questões geográficas ou de limitação de recursos, não podem ser diretamente acompanhados nas instalações da Associação, sitas em Lisboa e no Porto, podem igualmente encontrar um apoio em unidades e estruturas locais, com as quais já foi encetado um primeiro contacto, no sentido da promoção de um maior conhecimento, de natureza teórica e empírica, sobre as problemáticas que se cruzam e entrecruzam no processo de progressão de uma patologia com as características da ELA.

O programa da ação de formação (em anexo), destina-se unicamente a profissionais de saúde e contempla intervenções conduzidas pelas áreas da neurologia, cardiopneumologia, fisiatria, nutrição, psicologia, fisioterapia, terapia da fala, pneumologia, gastrenterologia, terapia da fala, enfermagem e serviço social.

As inscrições já estão abertas e deverão ser feitas para o endereço centrodeformacao@hospitaldeguimaraes.min-saude.pt .