Traqueostomia

Embora não seja uma opção popular, a Traqueostomia oferece um método eficaz de respirar para as pessoas com ELA. Uma traqueostomia é uma abertura cirúrgica feita na traqueia (localizada na parte inferior da garganta) em que é colocado uma cânula (tubo) de traqueostomia. Este método de ventilação é considerado invasivo porque envolve uma abertura cirúrgica para assistir a ventilação. Quando necessário, um pequeno tubo de aspiração pode ser inserido nesta abertura para remover as secreções (aspiração de secreções) ou pode ser ligado um ventilador mecânico. A alimentação e fala podem continuar, se não existirem problemas de deglutição ou de fala prévios, mas poderá ser necessário um esforço extra. Um dispositivo de traqueostomia para falar, poderá melhorar a capacidade de falar e deglutir.
 

Quais as vantagens da traqueostomia?

 

  • Fornece uma ligação segura às vias aéreas para aspiração de secreções ou para ventilação mecânica, se necessário.
     
  • Medicamentos na forma de nebulização e oxigénio podem ser administrados pela cânula.
     
  • É o método de escolha para ventilação mecânica, quando a disfunção bulbar torna a ventilação não invasiva impossível e quando é desejado um sistema de ventilação de suporte à vida.
     
  • Deixa a face livre e evita problemas com os tirantes e problemas de pressão na pele.
     
  • Os médicos, enfermeiros e alguns terapeutas estão familiarizados com os cuidados a ter com a traqueostomia.
     
     

Quais as desvantagens da traqueostomia?

  • Algumas pessoas pensam que é demasiado invasiva, aumenta a sua incapacidade e dependência, fá-los parecer menos “normais” e impede-os de usar alguns artigos de vestuário (colares ou gravatas).
     
  • As secreções necessitam ser aspiradas, tanto durante a noite como de dia.
     
  • Tossir para limpar as pequenas vias aéreas é dificil.
     
  • O orifício de traqueostomia pode infectar, sangrar ou desenvolver tecido inflamatório (granuloma) que tem que ser removido.
     
  • Requer mais habilidade e os cuidados são mais complicados.
     
  • Algumas pessoas ficam com problemas de fala e deglutição.



VPP-traqueostomia

A Ventilação com pressão positiva associada a traqueostomia é o melhor método para pessoas que necessitam suporte ventilatório quase 24 horas por dia. Algumas pessoas usam VPP-traqueostomia durante 8 a 12 horas por dia. As indicações para uma traqueostomia permanente associada a VPP incluem: fraco controlo dos sintomas ou níveis persistentemente elevados de CO2, quando se usa a ventilação não invasiva, tosse fraca e incapacidade de eliminar as secreções brônquicas, problemas de aspiração e deterioração devido à doença neuromuscular que leva a que a ventilação espontânea se torne insuficiente.
 

A VPP-traqueostomia pode ser usada durante a noite ou continuamente, geralmente com um ventilador portátil. O número de ciclos respiratórios (número de vezes que respira por minuto) pode ser estabelecido no ventilador ou desencadeado pela pessoa. As vantagens da VPP-traqueostomia são: a sua eficácia, equipamento simples, os ventiladores podem-se adaptar a cadeiras de rodas ou outros meios de mobilidade (triciclos por exemplo) e a familiaridade que os profissionais de saúde com treino em cuidados intensivos respiratórios têm com os aparelhos. As desvantagens estão relacionadas com a traqueostomia.


 

Traqueostomia e válvulas de fala do ventilador

A traqueostomia pode afectar a sua capacidade de falar. No entanto, poderá ter um discurso satisfatório, se se criar uma pequena fuga de ar à volta do balão da cânula , ao desinsulflar parcialmente o balão, ou usando uma cânula sem balão ou fenestrada (com aberturas). Assim o ar que sobe à volta da cânula chega às cordas vocais permitindo a fala. Quando é usada uma cânula sem balão, ou quando o balão é desinsuflado, verifique se a ventilação durante a noite é adequada, por exemplo com oximetria nocturna.
 

As válvulas de fala do ventilador fazem uso de uma válvula de sentido único ligada ao balão da cânula. Aumenta o fluxo de ar durante a expiração pemitindo a fala e também a eliminação de secreções. Este tipo de valvula (que tem que ser prescrita pelo médico) é a única que pode ser usada com o ventilador. Os benefícios são o discurso espontâneo, uma voz mais alta e com maior controlo da estrutura das frases, discurso de mãos livres, melhor higiene do orifício de traqueostomia, melhor eliminação das secreções e melhoria da deglutição. Um médico com experiência neste tipo de válvula terá que avaliar a segurança do sistema e ajustar os valores do ventilador para compensar alguma fuga de ar. Poderá ser necessário uma avaliação e orientação por um terapeuta da fala com experiência em traqueostomizados.
 

Existem outros tubos e valvulas de traqueostomia para a fala, mas não podem ser usados com o ventilador. Essas alternativas também devem ser discutidas com o seu especialista em ventilação assistida. Em alguns casos poderá ser necessário um sistema da comunicação alternativo ou aumentativo. Nesse caso deverá ser avaliado e orientado por um terapeuta da fala com experiência nesse tipo de dispositivos.

Últimas Notícias

15
AGO
APELA
Praia Acessível em Oe...
10
JUN
APELA
ELA no 73º aniversári...
04
JUN
APELA
Desafio lançado pela ...