VPP-nasal

A Ventilação com Pressão Positiva Nasal (VPP-nasal) usa uma máscara nasal especialmente desenhada, ou um sistema que  se adapta às fossas nasais chamado “almofadas” nasais. Existem máscaras disponíveis com vários tamanhos e outras que se podem adaptar a cada pessoa. Foram desenvolvidas inicialmente para pessoas com apneia do sono e posteriormente adaptadas para ventilação assitida. Este método é uma boa alternativa à ventilação invasiva. A VPP-nasal é um grande avanço e está continuamente a ser melhorado e utilizado com mais frequência, à medida que os centros médicos a as companhias ligadas a equipamento respiratório ganham experiência. Experimente vários tamanhos de máscara até conseguir uma que seja confortável, não irrite a pele, permita uma ventilação eficaz e não tenha fugas. A técnica da VPP-nasal requer alguma prática para o uso regular, e algumas pessoas alternam entre a máscara nasal e a “almofada” nasal.
 

Os factores a favor da VPP nasal são:

  • a capacidade de tossir com eficácia
  • poucos ou nenhuns problemas de aspiração
  • a capacidade de comunicar 
  • a capacidade de respirar sem ventilador (algumas pessoas estão completamente dependentes do ventilador 24 horas por dia)

Achados recentes com o uso de VPP-nasal mostraram a reversão da retenção crónica de CO2 e o alívio dos sintomas após o uso durante a noite.


As vantagens deste tratamento são:

  • o nariz é uma via conveniente para a administração de VPP
  • é mais aceitável e fácil de usar
  • não é invasivo e é portátil

 

As desvantagens da VPP nasal são:

  • encontrar a máscara mais adequada
  • as máscaras moldáveis de silicone, que permitem menos fugas para uma pressão maior, requerem algum tempo e experiência na sua adaptação
  • algumas pessoas não se conseguem adaptar
  • nem todos os centros médicos têm experiência com estes aparelhos
     
     

Os efeitos secundários da VPP-nasal incluem irritação da pele ou abrasões, secura ou inflamação do nariz, inflamação das pálpebras devido às fugas de ar, distensão do estômago por deglutição de ar e aspiração. Algumas pessoas têm fugas excessivas de ar pela boca durante a noite, que poderá resultar em ventilação inadequada durante este período. Esta situação poderá ser melhorada com o uso de tirantes para o queixo. Poderá ser necessário fazer monitorização periódica com oximetria nocturna para assegurar que a ventilação é eficaz.

Últimas Notícias

15
AGO
APELA
Praia Acessível em Oe...
10
JUN
APELA
ELA no 73º aniversári...
04
JUN
APELA
Desafio lançado pela ...