Como manter os seus pulmões saudáveis

Se tem ELA e tem cuidado consigo, poderá manter-se saudável durante mais tempo e evitar complicações respiratórias. Seguem-se alguns princípios simples:
 

  • Tente não perder muito peso porque isso irá enfraquecer o seu corpo e o seu sistema imunitário. Evite ficar com excesso de peso, porque isso levará a excesso de trabalho dos músculos usados na respiração e aumentará a probabilidade de ocorrerem problemas durante o sono.
     
  • Tente controlar a obstipação que poderá levar a desconforto ou problemas abdominais e interfere com a respiração. Esta situação resolve-se juntando frutas, vegetais, fibras e líquidos à sua dieta. Poderá ser usado um emoliente fecal e, ocasionalmente, poderá ser usado um laxante.
     
  • Técnicas de respiração e de tosse podem ajudar a manter uma função pulmonar saudável. As inspirações profundas ajudam a expandir completamente os pulmões, faça 5 a 10 inspirações profundas, com um pequeno período de repouso entre elas, várias vezes ao dia. É necessário uma tosse eficaz para eliminar as secreções. Os métodos de tosse assistida poderão ser muito úteis, particularmente se está constipado ou tem uma infecção respiratória. Estas técnicas serão discutidas mais à frente.
     
  • Faça um exame médico completo no seu médico de familia, que deverá incluir uma revisão escrita da sua saúde e de todos os sintomas que apresenta no momento. Lembre-se de fazer um bom uso do tempo, tomando notas antecipadamente. Se puder leve consigo um membro da familia ou um amigo para ouvir o que o médico diz. Além da sua história e exame físico, nesta consulta poderão ser pedidas análises de sangue e urina e radiografia do tórax.




Ter uma doença como a ELA poderá torná-lo mais susceptível a desenvolver infecções respiratórias e problemas com a respiração. Seguem-se algumas sugestões específicas para prevenir situações respiratórias frequentes:
 

  • Tente manter uma distância de 8 a 10 metros de pessoas com gripe ou bronquite, que mostram sintomas como corrimento nasal, espirros, tosse e/ou febre. As infecções respiratórias virais são muito contagiosas e podem levar a infecção respiratória ou sinusite bacteriana.
     
  • Os sintomas que sugerem uma possível infecção bacteriana e que devem ser tratados por um médico são: febre superior a 37,5ºC que não responde em 1 a 2 horas aos antipiréticos, secreções nasais ou expectoração amarela ou verde que persiste várias horas, sensação de peso ou dor na região do nariz e fronte e congestão no peito que leva a dificuldade em eliminar as secreções ou a respirar. É necessário iniciar imediatamente um antibiótico tal como métodos para promover uma tosse eficaz. Algumas pessoas com tendência para a asma terão que fazer terapêutica com medicamentos como por exemplo o Ventilan® que pode ser feito como inalador ou por via oral.
     
  • Evite exposição a poeiras e fumos. Se fuma, pare e tente não inalar o fumo. Mantenha-se tão activo quanto possível, e faça exercício dentro dos seus limites.
     
  • Faça a vacina da gripe em Setembro ou Outubro de cada ano, que embora não proteja de todas as constipações e gripes, protege contra as infecções provocadas por alguns dos vírus mais frequentes no Inverno.

Últimas Notícias

24
ABR
APELA
ELA sem tempo a perde...
06
ABR
APELA
AB Science anuncia re...
31
MAR
APELA
ELA na Antena 1 | Um ...