Marka van Blitterswijk (M.D., Ph.D.) vence 9º Prémio Paulo Gontijo

28
Agosto
APELA
Marka van Blitterswijk (M.D., Ph.D.) vence 9º Prémio Paulo Gontijo

Marka van Blitterswijk (M.D., Ph.D.), professora assistente de Neurociências na Mayo Clinic (Jacksonville, FL, EUA) vence o 9º Prémio Paulo Gontijo Internacional em Medicina.


Com uma tese que procurou compreender o motivo pelo qual existe uma grande variabilidade entre os pacientes com ELA, tanto na idade em que ocorrem os primeiros sintomas como na presença de demência, progressão da doença e sobrevivência, Marka orientou a sua pesquisa para o paciente e centrou a sua análise na mutação do gene C9ORF72.  


Suportada pelos restantes membros da equipa, a professora optou por abordagens complexas e em grande escala no sentido de encontrar eventuais anormalidades no ADN e RNA, capazes de explicar essa variabilidade.


Em declarações ao Instituto Paulo Gontijo, Marka explica que "essas anormalidades poderiam apontar para promissores modificadores de doenças, biomarcadores e/ou alvos terapêuticos, traduzindo aquela que é a sua investigação na prática clínica".


O trabalho da Dra Marka Van Blitterswijk enfatiza que a explicação é muito mais complexa do que se pensava anteriormente e que uma combinação intrincada de fatores é responsável pela variabilidade observada.


A apreciação do Prémio PG de Medicina foi conduzida pela equipa de júris internacionais do IPG, constituída por autoridades científicas envolvidas na investigação sobre Esclerose Lateral Amiotrófica.


A premiação conta com a parceria da Aliança Internacional de ELA/DNM, MND Association e da European Network for the Cure of ALS – (Encals) e é a única entregue por uma entidade brasileira à comunidade científica internacional que investiga a causa e a cura da ELA.


O prémio, no valor de 20 mil dólares, e a medalha de ouro serão entregues na abertura do 28.º Simpósio Internacional de ELA/DNM, com lugar em Boston (EUA), no próximo dia 8 de dezembro.


O Simpósio é organizado pela Associação de Doenças Neuromusculares e, por essa ocasião, Dra. Marka apresentará resultados de seu trabalho. 


O Prémio Paulo Gontijo pretende incentivar e reconhecer a investigação desenvolvida em torno da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), considerada a terceira doença neurodegenerativa mais frequente no mundo. 

/imagens/noticias/prmio_pg_2017_port_thumb1.jpg

DOCUMENTOS ASSOCIADOS







Últimas Notícias

02
NOV
APELA
APELA participa na No...
22
SET
APELA
ELA de Norte a Sul: A...
16
SET
APELA
SPMI organiza Jornada...